Robalo-flecha em Paraty


Da Redação PESCA ESPORTIVA
06/09/2017

A “Bem na foto” da revista de agosto, é da pescadora Angelica Barcheta. Confira o relato!

Sou apaixonada pelos robalos e pescar um robalo-flecha, sempre foi um sonho e pude realizá-lo em Paraty, local onde pesco junto com meu namorado, ao menos uma vez por mês com o guia Rafael Marcatto.

Era uma segunda-feira, saímos da marina Cais de Pedra às 8h da manhã e durante todo o dia, tivemos poucas ações, os peixes pareciam não querer comer, batiam no jig-head e não fisgavam, rodamos por vários pontos, a baía de Paraty é linda, na minha opinião, é o lugar perfeito, é a casa do flecha!

Quase no final da pescaria, um pouco antes das 16h, o guia nos levou até o último ponto, ali tinha 4m de profundidade e enroscou o camarão, dei aquela “estilingada” na linha e consegui soltar e logo em seguida, enroscou outra vez mas para minha feliz surpresa, não era pedra,  tinha entrado um peixe grande, pegou na caída da isca e começou a levar linha, o guia já sacou que era “ele” e  sabiamente foi se afastando das pedras  e com muita calma foi me orientando,  e depois de quase vinte minutos de briga, pude embarcar o Flecha, feliz da vida, eu só tremia e ria, demorei a acreditar que tinha realizado meu sonho!

Tenho só essa foto dele pois a pressa em devolvê-lo ao mar era grande, soltamos com cuidado e muito provavelmente ele está lá, forte e imponente!

Subimos a serra de volta a São Paulo, (4h de viagem) rindo o tempo todo, ainda fiquei mais uns dois dias sob o delicioso “efeito flecha.”

 

Material usado:

Vara Waka Custom, 15lbs, 6″2″

Blanc MHX

Linha Varivas seabass pe2

Isca Camarão Camalesma, 8cm cor musgo

Jig head 3/0 12gr

 

 

Foto: Arquivo Pessoal

Compartilhe:

Agenda

Próximos Eventos


@revistapescaesportiva

Twitter

Assine a Revista Pesca Esportiva com 7% de desconto e frete grátis.