Pirarucu à casaca no cesto de farinha uarini


Da Redação PESCA ESPORTIVA
12/12/2016

Com sabor peculiar, o pirarucu já ganhou o apelido de “bacalhau da Amazônia”. Versátil, pode ser servido de diversas maneiras: frito, cozido, empanado, assado. Entretanto, a receita mais tradicional em território amazonense ainda é o pirarucu à casaca, que de maneira adaptada pode levar azeitonas, uvas-passa e, às vezes, até alcaparras.

O chef amazonense Mansur Seffair resolveu retirou os ingredientes “do exterior” e simplificou o peixe com temperos regionais como pimenta-de-cheiro e castanha do Pará.

O diferencial ficou por conta de uma cestinha de farinha uarini, que deu um toque caboclo e charmoso ao resultado final. “Por ser um prato genuinamente amazonense, nada melhor do que adicionar produtos da terra, não é mesmo?”, disse o chef.

Mansur Seffair é um dos sócios do restaurante Kiñapira, que tem como principal propósito exaltar a culinária amazônica em pratos criativos e saborosos que levam uma gama de sabores, ardores e cores.

Ele é fã assumido da gastronomia amazonense e apaixonado por Manaus, cidade onde nasceu. O pirarucu à casaca é um dos pratos vendidos no restaurante, cujo nome tem como origem uma receita servida em tribos do Alto Rio Negro: peixe com pimenta. A receita é relativamente descomplicada e com ingredientes fáceis de achar. Confira como fazer o pirarucu à casaca:

Receita
1º Para fazer o cestinho de farinha
– Formas de fundo falso
– Farinha uarini
– Goma de tapioca dissolvida (semelhante à de tacacá)
– Sal à gosto

Modo de fazer: Misture os ingredientes e coloque para assar em uma forma de fundo falsa durante 12 minutos em forno pré-aquecido a 180°C.

2º Para fazer o pirarucu de casaca
– Pirarucu dessalgado preparado com pimenta-cheiro e farinha uarini
– Banana-pacovã
– Cebola
– Coentro
– Cebolinha
– Castanha do Pará

Modo de preparo
Refogue a cebola em azeite. Adicione o pirarucu já preparado com farinha e pimenta de cheiro, a banana, o coentro, a cebolinha e misture. Após o preparo, pegue o cestinho de farinha e adicione o pirarucu. Finalize com rodelas de banana e lascas de castanha do Pará.

 

 

As informações são do G1 – Gastronomia Amazônica

Compartilhe:

Agenda

Próximos Eventos


@revistapescaesportiva

Twitter

Assine a Revista Pesca Esportiva com 7% de desconto e frete grátis.