Pesca com Iscas Artificiais em Pesqueiros


Da Redação PESCA ESPORTIVA
14/03/2016

A pescadora Dary Rodrigues, é destaque do mês de março, no “BEM NA FOTO”.

 

 

Sim! Isso mesmo… É possível ter muita ação e emoções na pesca com iscas artificiais em pesqueiros.

Quando falamos em realizar uma pescaria em um pesqueiro (Pesque e Pague / Pague e Pesque) logo imaginamos a seguinte situação: Lagos artificiais, peixes variados e tratados com ração. Diante a essa situação, o mais lógico é a pratica da pesca com iscas naturais, massas, minhoca, salsicha, e muitas outras…

Mas esses pesqueiros, muitas vezes, escondem muitas surpresas para os amantes da pesca com iscas artificiais. Peixes predadores também estão presentes nesse ambiente e até mesmo espécies herbívoras, muitas vezes são seduzidas pelas iscas artificiais, proporcionando momentos de emoção ao pescador.

Traíras, Tilápias, Pacus, Dourados, Pintados e até mesmo Carpas, podem sim ser capturadas com iscas artificiais. Além de outras espécies.

Recentemente, ao visitar um pesqueiro na região de Pirabeiraba – Sc, realizei uma ótima pescaria, com boas surpresas utilizando apenas iscas artificiais.

Ao chegar no pesqueiro, o proprietário informou que os lagos ( 8 no total ) estão povoados com diversas espécies de peixes: Traíras, Pacus, Tilápias, etc… e não costumam ser alimentados com ração diariamente. Essa informação me deixou bastante otimista, pois em meu equipamento, só tinha iscas artificiais.

Ao me aproximar do primeiro lago, constatei uma grande quantidade de tilápias próximo a superfície e algumas estrutura (paus e pedras) na margem. Resolvi começar a pescaria utilizando uma isca de Superfície, Z90 da Deconto, na esperança de fisgar uma bela Traíra.

Logos nos primeiros arremessos, ocorreu um rebojo e um bonito ataque na isca, mas não foi possível concretizar a fisgada. Novo arremesso, mas agora, comecei a trabalhar a isca lentamente, e quando ela estava bem próxima de mim, um rápido ataque e a fisgada certeira, uma briga ‘’ rápida ‘’ e para minha surpresa… Uma pequena Tilápia Saint Peters atacou a isca. Foi muito curioso, pois o peixe era pouco maior que a isca.

Resolvi trocar de isca e colocar uma isca de ½ água, vários arremessos e nenhuma ação, o jeito foi voltar para as iscas de superfície.

Arremessei a isca, paralela a margem, e ao passar próximo a uma estrutura de pedra, um explosivo ataque aconteceu. Era uma grande Traíra, que após uma bela briga se entregou para ser fotografada e solta.

Continuei arremessando, e logo outro ataque… Uma bela Tilápia, não resistiu e atacou a isca de superfície com muita voracidade. Depois de fotografada e solta, mudei de lago, para ver o que aconteceria. Novamente, varias ações de Traíras e Tilápias, todas com iscas de superfície.

A pescaria transcorreu com muita ação até a tarde, quando chegou a chuva e tive que encerrar a pescaria.

Abaixo, vou dar algumas dicas para você ter sucesso na sua pescaria com iscas artificiais em pesqueiros.

Pontos de pesca: Procure principalmente por locais com estrutura, porém, muitos desses pesqueiros, possuem lagos artificiais, os quais não possuem esses tipos de estruturas. Nesse caso, trabalhe suas iscas paralelas com as margens e de uma atenção especial para locais rasos e com entrada de água, pois são abitat de espécies predadoras, tais como Traíras, Dourados, etc.

Iscas Artificiais: Você pode utilizar uma grande variedade de iscas artificiais nesses locais, tudo irá depender das condições de pesca e da espécie a ser capturada.

Iscas de ½ água entre 7cm e 11 cm, Iscas de superfície entre 6cm e 9cm, Spiners, Minhocas artificiais, Rações artificiais, Frog’s, etc…

Arremesso: Procure sempre executar longos arremessos, assim você cobrirá uma área maior e aumentará sua chance de capturas.

Vara / Carretilha / Linha: Procure utilizar varas leves, pois serão muitos arremessos durante o dia. Varas mais longas ( 5’6’’ ou maior ) facilitam longos arremessos, mas lembre de observar o poder de arremesso da vara (casting), assim, seu arremesso ficará favorecido.

Utilize carretilhas de perfil baixo, pois são mais leves e anatômicas. Linhas de multifilamento com um bom shock leader, pois estamos sujeitos a capturar bons exemplares.

Acessórios: Não esquecendo de ter sempre em mãos, alicate pega peixe, alicate de bico, óculos polarizado, snaps bons.

Nessa pescaria, utilizei dois equipamentos, pois tinha uma grande variedade de iscas que poderiam ser utilizadas:

Equipamento nº 01, composto por uma Vara Arsenal Tucuna 5’6’’ 17lb, Carretilha Shimano Chronarck, linha multifilamento 20lb com leader de fluorocarbon 30lb. Esse equipamento, utilizo para pescar com iscas acima de 10 gramas de peso e quando estou tentando peixes maiores.

Equipamento nº02, composto por Vara 5’6’’ 14lb, carretilha de perfil baixo, linha multifilamentos 15lb e leader de fluorocarbon 20lb. Esse equipamento, utilizo para pescar com iscas leves (spiners, pequenos plugs, etc …), pois facilita o arremesso.

 

Galeria de fotos:

 

 

 

Fotos: Arquivo Pessoal/Dary Rodrigues

Compartilhe:

Agenda

Próximos Eventos


@revistapescaesportiva

Twitter

Assine a Revista Pesca Esportiva com 7% de desconto e frete grátis.