Tubarão cabeça-chata


Nome científico: Carcharhinus leucas

Família: Carcharhinidae

Outros nomes comuns: Tubarão, cação-branco, cação-fidalgo, cação-flamengo, cação-do-raso, tubarão-de-água-doce, cação-baiacu, tubarão-touro, cação-de-rio, pirarara, boca-redonda.

Onde vive: Em todos os mares tropicais e subtropicais, com populações que vivem em rios e grandes lagos. No Atlântico Ocidental, da Nova Inglaterra (EUA) à Argentina.

Tamanho: Até cerca de 350 cm e pouco mais de 300 kg. O recorde mundial da IGFA é do Quênia, África, com 316,5 kg, de 2 001.

O que come: Desde peixes e outros tubarões até tartarugas, golfinhos, mamíferos, aves, crustáceos, moluscos e seus próprios filhotes, incluindo lixo e detritos orgânicos.

Quando e onde pescar: O ano todo, principalmente no Norte e Nordeste do Brasil.

Status de conservação: Pela lista internacional da IUCN, a espécie está próxima de correr risco de se tornar ameaçada de extinção.

 

fonte: Bíblia do pescador 2010

Dicas de Pesca

Evite, a todo custo, embarcar este animal. Simplesmente corte a linha e deixe-o partir – além do manuseio ser perigoso, o meio ambiente agradecerá.

Jum Tabata
06/01/2015
Compartilhe:

TV Pesca Esportiva



@revistapescaesportiva

Twitter

Assine Pesca Esportiva por 1 ano - 3x de R$ 46,00.