Pargo


Nome científico: Pagrus pagrus

Família: Sparidae

Outros nomes comuns: Pargo-vermelho, pargo-rosa, pargo-liso, choupa, pargo-amarelo, pargo-olho-de-vidro.

Onde vive: Atlântico, no Ocidental de Nova York (EUA) à Argentina.

Tamanho: Até 90 cm e 8 kg, geralmente muito menores. O recorde mundial homologado pela IGFA é de Gibraltar, com 7,72 kg, de 1 997.

O que come: Invertebrados bênticos, polvos, lulas e peixes.

Quando e onde pescar: Nenhuma.

Status de conservação: Espécie ameaçada e no Brasil corre risco, pois está com seus estoques sobreexplotados pela pesca comercial.

 

fonte: Bíblia do pescador 2010

Dicas de Pesca

O pargo sempre aparece em cardumes e é comum pescá-lo com até cinco anzóis ao mesmo tempo, com os conjuntos conhecidos como “pargueiras”. Na costa aparecem os exemplares menores, enquanto os cobiçados “pargões” são encontrados em alto-mar, sempre em áreas de cascalho e fundos de pedras ou corais. Procure usar anzóis circulares em sua captura, que evitarão que os peixes engulam o anzol. Iscas de lula fresca estão entre as mais indicadas.

Jum Tabata
06/01/2015
Compartilhe:

Agenda

Próximos Eventos


@revistapescaesportiva

Twitter