Pacu-caranha


Nome científico: Piaractus mesopotamicus

Família: Characidae

Outros nomes comuns: Pacu, caranha.

Onde vive: Originário das bacias do rio Paraguai e da Prata, mas está difundido em outras bacias hidrográficas brasileiras.

Tamanho: Pode atingir até 70 cm e 15 kg. O recorde homologado pela IGFA é de um peixe de 10,2 kg, capturado na Bolívia em 2 008.

O que come: Onívoro com tendência à herbivoria, prefere predar frutos, flores e sementes, mas não descarta peixes pequenos, moluscos, crustáceos e outros invertebrados aquáticos.

Quando e onde pescar: Planícies alagadas e rios com correnteza e fundos de areia e cascalho.

Status de conservação: Não ameaçado.

 

fonte: Bíblia do pescador 2010

Dicas de Pesca

A modalidade de pesca mais famosa dos pacus-caranha é o sistema de “batida”, em que o pescador usa apenas vara lisa, linha e anzol com um pequeno empate de aço. O equipamento não oferece muitos recursos, portanto, deve ser resistente, com linha de pelo menos 0,60 mm e anzol de haste curta bastante reforçada. Utilizando como isca pequenos frutos ou bolinhas de massa, a ideia é imitar a caída do alimento próximo da mata ciliar.

Jum Tabata
05/01/2015
Compartilhe:

Agenda

Próximos Eventos


@revistapescaesportiva

Twitter

Assine a Revista Pesca Esportiva com 7% de desconto e frete grátis.