Dourado


Nome científico: Salminus brasiliensis

Família: Characidae

Outros nomes comuns: Rei do rio, dourado-cabeçudo, amarelão, saltador.

Onde vive: Bacias dos rios São Francisco, Paraná, Paraguai e Uruguai.

Tamanho: Até 1,5 m e 30 kg. O recorde homologado na IGFA é de um peixe de 25,28 kg capturado no rio Uruguai, em Concórdia, Argentina, em 2 006.

O que come: Os adultos consomem peixes inteiros, enquanto os jovens também se alimentam de moluscos e crustáceos.

Quando e onde pescar: O ano todo, durante o dia, em locais de águas rápidas, pedrais e confluências de rios.

Status de conservação: Extinto ou em processo de extinção em alguns locais da bacia do Paraná, devido, principalmente, a barragens de usinas hidrelétricas. Não ameaçado em outros locais.

 

fonte: Bíblia do pescador 2010

Dicas de Pesca

Os melhores pontos para a captura de dourados são as saídas de corixos e as beiradas de troncos ou pedras aflorando em águas rápidas. Iscas artificiais de meia-água com cores contrastantes, em recolhimentos rápidos, são muito produtivas. Na escolha das iscas naturais, a tuvira é imbatível.

Jum Tabata
05/01/2015
Compartilhe:

Agenda

Próximos Eventos


@revistapescaesportiva

Twitter

Assine a Revista Pesca Esportiva com 7% de desconto e frete grátis.