Cachorra-larga


Nome científico: Hydrolycus spp.

Família: Cynodontidae

Outros nomes comuns: Pirandirá, payara, peixe-cachorro.

Onde vive: Bacias amazônica e do Tocantins-Araguaia.

Tamanho: Até 1,2 m e 20 kg. O recorde homologado na IGFA é de um peixe capturado em Uraima Falls, na Venezuella, em 1 996, com 17,8 kg.

O que come: Peixes de espécies variadas.

Quando e onde pescar: O ano todo, preferencialmente durante o dia. Habita corredeiras, pedrais e bocas de ressacas e lagoas.

Status de conservação: Não ameaçado.

 

fonte: Bíblia do pescador 2010

Dicas de Pesca

Iscas de peixes, sejam eles inteiros ou em pedaços, produzirão resultado quase certo na pesca de cachorras-largas. Entre as artificiais, comece com plugs e shads grandes trabalhados na superfície e meia-água. Na ausência de ações, trabalhe mais fundo, até detectar a faixa de profundidade em que os peixes estão ativos. Como escapam facilmente, o recolhimento após a fisgada deve ser rápido e feito sempre com a vara alta.

Jum Tabata
22/12/2014
Compartilhe:

Agenda

Próximos Eventos


@revistapescaesportiva

Twitter

Assine a Revista Pesca Esportiva com 7% de desconto e frete grátis.