Betara-branca


Nome científico: Menticirrhus littotalis

Família: Sciaenidae

Outros nomes comuns: Judeu, carametara, corvina-cachorro, papa-terra, coca-de-rato, sinhara, perna-de-moça, papa-terra-de-assobio, pirá-siririca, pomba-de-mulata, sambetara e nó-de-cachorro.

Onde vive: Atlântico Ocidental, a betara-preta desde Massachussets (EUA) até a Argentina, e a betara-branca da Virgínia (EUA) ao Sul do Brasil.

Tamanho: Até 50 cm e pelo menos 1,5 kg. O recorde mundial homologado pela IGFA da betara-preta é de 1,27 kg, da Carolina do Norte (EUA), de 2 002; o da betara-branca é de 1,38 kg, do mesmo local, de 1 999.

O que come: Peixes e crustáceos.

Quando e onde pescar: Por todo ano e em todo Brasil

Status de conservação: Não ameaçadas.

 

fonte: Bíblia do pescador 2010

Dicas de Pesca

As betaras podem ser pescadas em beira de praia com tatuís, pedaços de camarão e sarnambis. Minhocas de praia, quando encontradas, são iscas especiais. Use as pernadas dos anzóis alongadas, com pelo menos 50 centímetros.
Jum Tabata
05/01/2015
Compartilhe:

Agenda

Próximos Eventos


@revistapescaesportiva

Twitter