Peixes ficam dopados de cocaína e Prozac por causa de contaminação das águas de baía dos EUA | Revista Pesca Esportiva

Peixes ficam dopados de cocaína e Prozac por causa de contaminação das águas de baía dos EUA


Da Redação PESCA ESPORTIVA
26/02/2016

Cientistas afirmam que descarte de drogas em Puget Sound afetaram os animais

 

 

Peixes foram encontrados completamente dopados de cocaína e medicamentos como Prozac, Advil, Benadryl e Lipitor na baía de Puget Sound, em Washington.

Por mais estranho que pareça, biólogos afirmaram que a única explicação para o efeito causado nos animais é a contaminação da água, causada principalmente por farmacêuticos, que descartam medicamentos em correntes de esgoto.

Segundo o portal de notícias americano RT, foram encontradas até 81 tipos de drogas nas águas dos estuários localizadas perto das estações de tratamento de esgoto. A pesquisa foi realizada pela Noaa (Administração Oceânica e Atmosférica Nacional), na sigla em inglês.

Existem várias teorias plausíveis que podem explicar a concentração de elementos tóxicos nas águas do Puget Sound. Para o toxicologista ambiental Jim Meador, há duas hipóteses que mais se aproximam da realidade: uma delas é a de que pessoas que passam pelo Puget Sound podem ter descartado as drogas na baía. E a outra é a de um provável problema nas redes de tratamento de esgoto.

A ligação entre os produtos químicos encontrados na água e no comportamento dos peixes foi determinada após as mesmas substâncias serem encontradas em dois tipos diferentes de peixe — que têm ciclos diferentes de vida. Isso significa que o problema está no ambiente compartilhado por ambas as espécies.

Drogas descartadas podem sim entrar na corrente marítima, mas de maneiras diferentes. A mais óbvia delas é quando um usuário para de usar a droga e a descarta no vaso sanitário, que acaba no mar. Em outras ocasiões, pessoas podem ingerir pílulas cujos corpos não conseguem absorver por completo, sendo eliminadas na urina — que também vão para o esgoto e, consequentemente, para o mar.

O descarte desses medicamentos nos rios está causando sérios problemas para os peixes. Nas áreas muito poluídas, foram encontrados até mesmo peixes que se tornaram hermafroditas após o contato com as drogas. Os cientistas acreditam que este é o resultado do aumento do estrogênio, contido em medicamentos contra menopausa, por exemplo.

 

Foto: Wikipedia/Reprodução

Compartilhe:

Agenda

Próximos Eventos


@revistapescaesportiva

Twitter


Assine a Revista Pesca Esportiva com 7% de desconto e frete grátis.