Games de pesca


Da Redação PESCA ESPORTIVA
05/09/2016

Problemas para pescar? Aproveite a revolução tecnológica dos videogames e experimente os novos (e ótimos!) simuladores de pesca

Todo pescador passa por aqueles dias em que tudo o que quer é sentir aquela sensação gostosa de uma boa fisgada, mas acaba não conseguindo porque está preso à rotina do dia a dia, não é mesmo? É claro que nada substitui a atmosfera da pesca e o momento em que um belo troféu é embarcado, mas a tecnologia avançada dos novos videogames reproduz, com razoável fidelidade, as dificuldades e técnicas envolvidas em uma pescaria de verdade. Às vezes, é até possível sentir um pouco da emoção de vencer aquele grande peixe, com a vantagem de economizar tempo e até dinheiro com as viagens. Basta sentar no sofá e pressionar “start”.

Os novos games

Esqueça aqueles jogos com fases repetitivas de 10 ou 20 anos atrás. O que se vê hoje em dia é uma revolução em aspectos gráficos e sonoros, além de grande evolução em simulação, interatividade e “jogabilidade”. Por trás disso estão as gigantes fabricantes Sony, com o Playstation 2 e novo o Playstation 3, a Nintendo, criadora do Wii, e a Microsoft, fabricante do Xbox 360, além, é claro, dos PC’s. Essas empresas investem pesado e usam em seus aparelhos o que há de mais avançado em tecnologia, como a blu-ray. O destaque vai para as últimas máquinas, lançadas com processadores potentes de imagem e som, HD’s com altos índices de armazenamento de dados e acesso à internet via banda larga, que, além de downloads de games, músicas e vídeos, oferecem a seu dono a possibilidade de enfrentar oponentes em qualquer canto do mundo. Se anos atrás os controles eram bem simples, com um botão direcional e mais um ou dois funcionais, hoje eles possuem características que realmente impressionam. Além de muito mais botões, os controles atuais funcionam sem fio, emitem som e possuem sistema que vibra de acordo com o impacto apresentado na tela. Entre as novidades mais marcantes está o inovador sistema de captação de movimentos usado no Playstation 3 e no Wii. O joystick da Nintendo, por exemplo, é composto por duas pequenas barras que se comunicam com um receptor posicionado acima ou abaixo da televisão. Esse trio identifica movimentos horizontais, verticais, em profundidade e de inclinação, tudo isso wireless, ou seja, sem fio. Tal tecnologia possibilita que o jogador execute exatamente os movimentos que deseja ver reproduzidos pelo personagem animado. Nos jogos de pesca, o jogador segura uma barra em cada mão, simulando o ato de segurar a vara e o molinete ou carretilha. O sistema permite que se reproduza os movimentos de arremesso, recolhimento de linha, fisgada, luta e até embarque do peixe.

As produtoras de jogos, por sua vez, focam-se cada dia mais nos detalhes, e lançam constantemente grandes produções que vendem milhões no mercado internacional, e procuram atingir públicos cada vez mais específicos. Os últimos lançamentos de pescaria são desenvolvidos respeitando ações e detalhes que acontecem na realidade. Tudo isso, no conforto da sua casa. Se o “vírus” da pesca ainda não contagiou seus filhos, eis aí uma ótima chance de fisgá-los para este universo. Confira os principais jogos:

 

Sega Bass Fishing (Wii)

Desenvolvido especialmente para esta plataforma, o pescador virtual repete os mesmos movimentos executados pelo jogador, desde o arremesso e recolhimento de linha até o embate com o peixe. São 15 lagos e diferentes variações de black bass: florida largemouth e smallmouth, além do redeye e do northern pike (lúcio). O cardápio de iscas é farto: são mais de 20 tipos diferentes, tudo a um clique do botão. Não pense que o peixe da tela vai atacar qualquer coisa, os produtores foram cautelosos e estudaram o comportamento de cada espécie que colocaram nas águas virtuais. Posicionamento, vara, lançamento e recolhimento, tudo vai determinar o sucesso da pesca. A atividade é completa, você pilota o barco e o posiciona onde achar que terá mais chances. O jogo também dá a liberdade de escolha de horário, clima e temporada, fatores que afetarão o apetite, posicionamento e atividade dos bocudos basses de acordo com a opção.

Rapala Tournament Fishing (Wii e Xbox 360)

Traz 20 peixes diferentes nos lagos para o jogador se deliciar, como pike, catfish, perca, salmão, truta e, claro, o black bass (inclusive os famosos “trophy-size fish”, ou basses gigantes). O bom conhecedor das diferentes espécies consegue identificá-las só de olhar, tamanha a fidelidade às características físicas e comportamentais. Há um total de 20 torneios divididos em diferentes modos de jogo, mas o modo “carreira” é o mais interessante: para avançar, é preciso estar sempre entre os dez melhores de cada etapa. São diferentes equipamentos, que devem ser escolhidos de acordo com as características da etapa, normalmente determinada por uma espécie de peixe. Como o jogo é patrocinado pela Rapala, os pescadores que já estão acostumados aos produtos da marca saem na frente na escolha de cada acessório. O personagem é acompanhado por um companheiro que não poupa críticas. O imperdoável amigo vai reclamar desde o posicionamento do barco até a forma de lançamento. Soa familiar?

Há, ainda, uma versão para Playstation 2 e PC, o Rapala Pro Fishing. São 21 campeonatos onde se pode pescar bass, pike, walleye, salmão, catfish, muskie trutas e até o nosso tucunaré.

Fishing Master (Wii)

Este game é mais focado para o público infantil. Pode ser uma ótima ferramenta para fisgar seus filhos e sobrinhos para o mundo da pesca. Os personagens são típicos de gibis japoneses, bem simpáticos. Nele, o jovem pescador recebe tarefas e dicas do avô. Até quatro pessoas podem atuar simultaneamente, nos mais diversos modos de jogo. Mas não pense que os jogadores vão ter moleza na hora de pegar os peixes, é preciso comprar e saber escolher bem o equipamento se você quiser ter sucesso e vencer seus adversários.

Cabela’s Monster Bass – Playstation 2

Opção para quem têm o antigo, mas ótimo videogame da Sony. Os gráficos não impressionam tanto quanto seus sucessores de última geração, mas satisfaz muito bem quando o assunto é fidelidade à pescaria.

 

Fotos: Reprodução

Compartilhe:

Agenda

Próximos Eventos


@revistapescaesportiva

Twitter

Assine a Revista Pesca Esportiva com 7% de desconto e frete grátis.