3 conjuntos básicos para pescar no rio Azul - Pará | Revista Pesca Esportiva

3 conjuntos básicos para pescar no rio Azul – Pará


Da Redação PESCA ESPORTIVA
02/02/2017

 

 Conjunto 1:
– Vara de 5’6” (1,67m) a 6 pés (1,83m), para linhas de até 30 libras
– Carretilha ou molinete de porte médio-leve ou médio
– Linha de multifilamento de 20 ou 30 libras
– Indicado para: matrinxãs, tucunarés, bicudas, pacus e trairões

Conjunto 2:
– Vara de 6 a 7 pés (2,13m), para linhas de até 40 libras
– Carretilha ou molinete de porte médio-pesado
– Linha de mono ou multifilamento de 30 ou 40 libras
– Anzóis 7/0 ou 8/0, tipo J-hook ou circle hook
– Indicado para: pesca com isca natural de cacharas, capararis, cachorras e trairões

Conjunto 3:
– Vara de 6’6” (1,83m) a 7 pés, para linhas de até 80 ou 100 libras
– Carretilhas de porte pesado
– Linha de monofilamento de 80 ou 100 libras
– Anzóis 9/0 ou 10/0, tipo J-hook ou circle hook
– Indicado para: pesca com isca natural de jaús e pirararas

Rio Azul, PA

> Como chegar:
– A primeira etapa é chegar até Cuiabá, trajeto relativamente simples por tratar-se de uma capital. O segundo trecho, até Alta Floresta (MT), é tradicionalmente coberto pela companhia Trip, mas há novas empresas percorrendo esse trecho.
– A partir de Alta Floresta, o traslado é feito de carro, num trajeto de cerca de 120km em estrada de terra e balsa, atravessando o rio Teles Pires, até as margens do rio Azul. O trajeto é percorrido em cerca de 3 horas de viagem.

> Lembre-se: o auge da cheia (e das chuvas) acontece nos meses de janeiro e fevereiro. O pico da cheia normalmente ocorre em outubro.

Foto: Arquivo/Revista Pesca Esportiva

Compartilhe:

Agenda

Próximos Eventos


@revistapescaesportiva

Twitter


Assine a Revista Pesca Esportiva com 7% de desconto e frete grátis.